Como funciona a cerimônia de casamento evangélico

Quer saber como é organizada uma cerimônia de casamento evangélico? Então acompanhe esse texto até o final (a gente explica tudo)

A quantidade de pessoas que professam a religião evangélica tem crescido bastante nas últimas décadas.

Chamados também de protestantes, os seus casamentos são tão belos quanto os tradicionais, feitos na igreja católica, e podem ter comemorações em estilos bem diferentes.

Saiba já como funciona a cerimônia de casamento evangélico.


Onde fazer uma cerimônia de casamento evangélico?

As pessoas evangélicas fazem a cerimônia na sua própria igreja, principalmente quando se trata de uma sede ampla.

Nesse caso, a configuração do casamento é igual à da igreja católica: os convidados ficam sentados de ambos os lados, havendo uma passagem para os noivos até o altar.

Se a igreja evangélica é pequena, dá para realizar a cerimônia em outro lugar, bastando marcar o dia com o pastor para que ele possa comparecer e celebrar o casamento.

Normalmente, o pastor não cobra: os noivos podem pagar o transporte, se a cerimônia for em um lugar mais distante.

Como funciona a cerimônia de casamento evangélico


Há padrinhos no casamento evangélico?

Os casamentos feitos na igreja evangélica não contam com padrinhos: no altar ficam apenas o pastor e os noivos.

É claro que estes podem ter amigos com a mesma importância que os padrinhos, ajudando na organização e no andamento da cerimônia, mas não há o status dado a eles no casamento católico.


Como funciona a cerimônia de casamento evangélico

Assim como acontece na maioria das cerimônias, o noivo fica no altar com o pastor aguardando que a noiva seja levada até ele; se ela, preferir, pode fazer o caminho sozinha e há casos nos quais os noivos decidem caminhar juntos até o altar.

Os convidados ficam nos assentos acompanhando a cerimônia, durante a qual o pastor fala sobre a união do casal de acordo com os preceitos de Deus.

Cabe dizer que o “discurso” do pastor não é igual ao do padre: há certas semelhanças, mas a visão de cada religião é diferente e há adaptações.

A aliança do casal (tanto o anel quanto a sua união) é abençoada.

Em seguida, os noivos colocam as alianças um no dedo do outro e a cerimônia é finalizada, geralmente com uma bênção que abrange os convidados.


Como funciona a festa de um casamento evangélico?

É na comemoração do casamento evangélico que se veem mais diferenças: para começar, a bebida alcoólica é completamente proibida.

Também não costuma haver pista de dança, como nos casamentos mais tradicionais: a música usada, na maioria das vezes, é a do repertório gospel.

Aliás, os noivos podem contratar cantores desse segmento para fazer a apresentação musical. Eventualmente, o pastor da igreja pode até fazer indicações e, nesse caso, é preciso um cachê.

Com relação à comida, a única restrição é para alimentos feitos de sangue, como o chouriço.


Decoração de casamento evangélico

A igreja evangélica pode ficar muito bem decorada: com a permissão do pastor, é possível colocar vários tipos de flores e até mesmo enfeites nas paredes.

O casal que desejar e que puder também pode encapar a seu gosto as cadeiras plásticas (para as igrejas que não têm assentos estofados).

Cabe dizer que qualquer item decorativo que o casal queira usar na sua cerimônia de casamento será pago por ele e que o pastor deve ser consultado. Afinal, há coisas que poderiam danificar a pintura das paredes, por exemplo.


Roupas para casamento evangélico

As noivas evangélicas podem usar vestidos de noiva, não importando o modelo deste: porém, é importante que eles tenham decotes moderados e isso serve também para as convidadas.

Se o casal convidar pessoas que não sejam da igreja evangélica, é de bom tom comentar antes que a preferência deve ser por vestidos longos e sem muitas fendas ou decote.

Para os homens, há bem menos restrição: o noivo costuma usar terno e a cor não é relevante.

Da mesma maneira, os convidados podem estar de terno ou mesmo com um look mais casual, dependendo do estilo de cerimônia que os noivos planejam.


Dia da semana para celebrar o casamento evangélico

É recomendado que o casamento não seja feito aos domingos porque o culto dominical é muito valorizado pelos evangélicos.

Sendo assim, a cerimônia teria de ser depois desses cultos, e é possível que algum convidado não compareça.

Por isso, é uma boa opção solicitar ao pastor que o casamento seja em um sábado, a não ser que se trate de épocas festivas nas quais a maioria das pessoas esteja em casa durante a semana também.

Como funciona a cerimônia de casamento evangélico


Diferenças dentre as congregações evangélicos

A igreja evangélica tem diversas congregações, e algumas delas são mais rigorosas que outras, em especial com a vestimenta e até com a maquiagem.

É necessário, então, que os noivos especifiquem aos seus convidados quaisquer regras mais rígidas para evitar mal-estar.

Também é importante dizer que os dias de culto em cada congregação variam, assim como o horário.

Em uma igreja na qual haja culto dominical apenas de manhã, por exemplo, dá para a cerimônia de casamento ocorrer no domingo sem nenhuma dificuldade, inclusive relativamente cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *