Quais são os requisitos para casamento em igreja católica

Veja tudo o que é necessário para fazer casamento em igreja católica e saiba como se preparar para realizar a cerimônia perfeita

Além de ser muito bonito, o casamento na igreja católica também pode ser bastante burocrático, com exigências extras para as pessoas que são dessa religião.

O preparatório antes da cerimônia inclui um cursinho e há determinados perfis de noivos que não podem ter a sua união celebrada.

Saiba aqui quais são os requisitos para casar na igreja católica, seja você dessa religião ou não.

Entenda ainda como agendar um casamento na paróquia desejada e quanto custa.


Como é o procedimento do casamento na igreja católica?

Tratando do procedimento básico, é necessário procurar a secretaria da igreja desejada para conversar com o padre ou com outra autoridade.

Nesse contato, os noivos dirão quando vão pretendem casar-se no civil e se fazem questão que a data da cerimônia religiosa seja próxima.

O padre ou pessoa responsável explicará quando realizará o cursinho preparatório de casamento. Ele é obrigatório para todos e podem ocorrer até ensaios, nos quais os padrinhos precisam comparecer.

É importante que os noivos procurem a secretaria da igreja sempre com duas testemunhas (não importando quem seja), lembrando que é nesse dia que se trata também das taxas.

Quais são os requisitos para casamento em igreja católica


Requisitos do casamento na igreja católica

Não é obrigatório que os dois sejam católicos: as paróquias também realizam o que é chamado de casamento misto.

No geral, é preciso:

  • Já ter ocorrido a cerimônia no civil: a celebração do casamento na igreja só pode ser feita depois de haver a certidão feita no cartório;
  • Para quem é católico, é obrigatório estar batizado: se a pessoa ainda não se batizou, ela será instruída pelo padre sobre como passar por esse sacramento;
  • Pessoas que são divorciadas não podem se casar na igreja católica;
  • Já pessoas viúvas ou que tiveram o seu casamento anulado pela própria igreja têm autorização.

Uma lista de documentos será exigida aos noivos para que o casamento religioso seja marcado:

  • Certidão de batismo de ambos ou da pessoa que é católica;
  • Documento de identidade com foto, tanto dos noivos quanto de todos os padrinhos;
  • Protocolo de agendamento da cerimônia no civil: para quando as duas celebrações (civil e religiosa) ocorrerão perto, sem tempo para que a certidão de casamento seja feita;
  • Certidão de óbito: para quando um dos noivos é viúvo;
  • Comprovante de pagamento da taxa da igreja

Como funciona o casamento anulado na igreja católica

Muitas pessoas que já se casaram na igreja católica têm vontade de celebrar uma segunda união, mas isso só é permitido em caso de viuvez ou de anulação do matrimônio, o que é um processo um pouco mais difícil.

Primeiramente, a anulação tem de ser concedida pela igreja e, como esse é um dos sacramentos mais importantes, é preciso existir um motivo muito forte, como as situações exemplificadas abaixo:

Não consumação

Ocorre quando o casal não teve relação sexual depois da cerimônia no religioso.

Por exemplo, se uma das partes morre depois da celebração, sem ter ocorrido sexo na noite de núpcias.

Também é motivo para anulação quando uma das partes se recusa a ter relações sexuais: se não há a consumação, o sacramento pode ser anulado.

Quando se comprova que uma das partes casou sob coação

Pode se tratar de chantagem, de ameaça, etc. Entretanto, é preciso haver provas/testemunhas suficientes.

Falta de liberdade

Isso não se refere às cobranças comuns da vida a dois, mas sim quando o casamento se torna abusivo, com a privação de liberdade. Mais uma vez, é essencial provas/testemunhas.

Distúrbios psíquicos

Existem quadros psíquicos que inviabilizam a continuidade do casamento, pois uma das partes perde totalmente a consciência da realidade.

Exclusão da prole

Todos os que se casam têm direito a ter filhos e há casos em que uma das partes muda de ideia depois do casamento, privando o cônjuge de ser mãe ou pai. Nesse caso, o cônjuge prejudicado pode pedir a anulação.

Destaca-se que o processo de nulidade do casamento é demorado e que a pessoa que precisa deve para se casar novamente na igreja deve dar entrada na petição com antecedência.

As informações sobre o requerimento de nulidade são dadas na própria paróquia, mas costuma ser preciso contatar também a diocese.

Quais são os requisitos para casamento em igreja católica


Taxas para fazer casamento na igreja católica

Uma das finalidades da taxa é ajudar a pagar as despesas eclesiásticas. Devido a isso, quanto mais pessoas querem casar em determinada paróquia, mais alta é a taxa em questão: existem algumas nas quais se cobra R$ 700,00.

Apesar disso, a igreja também pode fazer o chamado casamento comunitário: é quando vários casais se juntam para celebrar a sua união e, provando que têm baixa renda, a paróquia faz uma taxa bem menor.

Os casamentos comunitários tendem a ser feitos uma vez por ano ou por semestre e são divulgados na missa, nas dependências da igreja ou até nas suas redes sociais, se houver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *