Quanto custa o casamento no civil em SP?

Confira todos os detalhes e saiba quanto você precisa pagar para fazer casamento civil em SP

Apesar de a cerimônia religiosa acabar concentrando a maior parte das atenções, o casamento no civil é de extrema importância: sobretudo porque, sem ele, a sociedade e a lei não reconhecem a união do casal.

Além disso, muitas igrejas não agendam a celebração religiosa se a certidão de casamento no civil não for apresentada.

Encontram-se valores diferentes nos cartórios de cada Estado: se você vai se casar em São Paulo, fique atento a quanto terá de pagar.


Documentos para casar no civil no Estado de São Paulo

Além de saber quanto vai pagar pela certidão de casamento, os noivos precisam estar cientes da documentação obrigatória, que inclui:

  • Comprovante de residência que seja original e atualizado (um comprovante para cada noivo);
  • Documento de identidade original e que esteja em bom estado;
  • Duas testemunhas, que deverão levar ao cartório os seus documentos também;
  • Certidão de nascimento original dos noivos, que também precisa estar em bom estado;
  • Para estrangeiro: adiciona-se a certidão de nascimento original (que tem de ser providenciada por tradutor público juramentado e ser reconhecida pela Embaixada Brasileira, por meio de carimbo) OU Certidão Consular OU Registro Nacional de Estrangeiro (RNE);
  • Para divorciados legais: adicionam-se a averbação de divórcio e a certidão de casamento da união anterior;
  • Para menores de idade: autorização de todos os responsáveis legais;
  • Para viúvos: adicionam-se a certidão de óbito e a certidão de casamento.

Quanto custa o casamento no civil em SP?


Quanto custa casar no civil em SP?

O custo mínimo para casar em São Paulo é de R$ 401,29, salientando-se que esse valor sobe bastante quando o juiz de paz tem de ir ao lugar da festa ou da celebração religiosa: nesse caso, os noivos podem pagar de R$ 1.337,66 para cima.

Existem casais que estão juntos há bastante tempo, mas sem o reconhecimento legal.

Nesse caso, eles podem solicitar a união estável, que custa o mesmo valor do casamento tradicional no civil.

Quando ocorre a união, o cartório precisa publicar um edital e também existe um preço adicional, que é mínimo de R$ 80,34.

Os noivos sempre deve considerar que os preços citados acima são os mínimos e que, dependendo da cidade paulista, eles podem ser bem mais elevados.


Gastos adicionais para casar no civil em SP

Os preços mencionados são referentes aos gastos no cartório apenas; se o casal desejar uma sessão de fotos, por exemplo, terá de arcar com esse custo a mais.

Normalmente, não existem muitos gastos adicionais porque as pessoas tendem a investir mais na cerimônia religiosa ou na festa.

Na maior parte das vezes, quem faz somente o casamento no civil tem a intenção de economizar, ao menos temporariamente.

Contudo, qualquer lembrancinha ou coisa que não seja documentação de cartório terá de ser somada aos preços já dados aqui.


É possível parcelar os custos do casamento civil em SP?

Há alguns cartórios que permitem que os noivos paguem os custos do casamento civil de forma parcelada e esse tipo de pagamento começou a ser oferecido no ano de 2015, por causa da crise intensa pela qual a economia brasileira passava.

Cabe lembrar que esse parcelamento não é oferecido em todos os cartórios: na maioria, ainda é preciso que os noivos paguem todas as custas à vista.


Existe cobrança extra para levar convidados no casamento civil em SP?

Quem casa no civil pode levar um número limitado de convidados, no caso de a celebração ser nas dependências do cartório.

É importante que os noivos tenham consciência disso porque se trata de um local pequeno e, muitas vezes, existem outros casamentos civis agendados para o mesmo dia.

Entretanto, não é preciso pagar nada a mais para levar esses convidados, sem se esquecer de que dois deles precisarão ser testemunhas e assinar a documentação.

Se o casamento no civil acontece fora do cartório, é claro que a quantidade de convidados estará condicionada ao tamanho do lugar.

Nessas condições, os noivos podem fazer uma comemoração mais ampla e até uma festa completa.

Muitas vezes, o juiz de paz não participa e se retira assim que termina de constituir a união legal.

Quanto custa o casamento no civil em SP?


Reserva de datas para fazer o casamento no civil em SP

É necessário que os noivos procurem o cartório paulista de sua preferência com antecedência: se eles pretendem fazer uma viagem comemorativa pelo casamento no final do ano, por exemplo, o ideal é consultar o cartório em junho, pois as datas podem ser muito disputadas.

As pessoas que fazem questão de se casar em maio, que é popularmente identificado como o mês das noivas, devem ir ao cartório no final do ano anterior, preferencialmente, para fazer o agendamento.

Quando o casal planeja cerimônia civil e religiosa, é recomendado que o processo de agendamento tenha ainda mais antecedência, principalmente quando ele deseja que as duas cerimônias sejam em dias próximos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *