Como funcionam as cotas de lua de mel

Você sabe o que são cotas de lua de mel? Neste post a gente conta tudo e mostra várias dicas especiais para você organizar o recebimento dos presentes

A organização da lua de mel também é uma etapa que pode desgastar os noivos, especialmente por causa da parte financeira.

A maioria das pessoas deseja fazer uma viagem agradável, com várias atividades e boas paisagens.

Porém, isso é caro, ainda mais quando se tem o desejo de fazer a lua de mel fora do Brasil.

Muitos casais já estão simplificando a sua vida (e a futura viagem) por meio das cotas.

Esse é um serviço parecido com a lista de presentes comum, mas que serve para diminuir gastos e permitir que os noivos passem um tempo de qualidade curtindo o casamento.


O que são as cotas de lua de mel?

Como funcionam as cotas de lua de mel

As cotas de lua de mel dizem respeito ao patrocínio que os convidados farão para que os noivos possam viajar.

Em vez de esses convidados escolherem presentes para a casa nova, eles escolhem o que podem pagar da viagem de lua de mel.

Pode ser um dia no spa, pode ser três dias de diária, pode ser a passagem de avião, pode ser um passeio que o hotel ofereça, etc.

Na lista de presentes comum, cada um dos presentes (cotas) serve para compor os cômodos da casa; já nas cotas de lua de mel, cada valor (também cota) com o qual os convidados puderem colaborar vai ajudar a compor a viagem e tudo o que o casal fizer nela.


Como funcionam as cotas de lua de mel

As cotas de lua de mel podem ser organizadas em sites, assim como acontece com a lista de presentes.

Todavia, o casal pode escolher fazer a sua própria lista e disponibilizar uma conta bancária para que os convidados depositem: essa é uma forma até de driblar as taxas que os sites especializados cobram.

Funcionaria da seguinte forma: os noivos escolhem para onde querem ir, o hotel que os agrada e algumas das atividades, confirmando também o preço de cada.

Tudo é colocado na lista de cotas, com os seus respectivos valores, e é disponibilizado o número de uma conta bancária para que os convidados façam os depósitos.

Deve-se esclarecer aos convidados que eles não precisam divulgar com o quanto estão colaborando: eles podem fazer um depósito na boca do caixa sem qualquer identificação.

Isso fará com que os participantes que têm uma condição mais difícil não fiquem constrangidos e nem deixem de participar da comemoração devido a isso.


Quando vale a pena pedir cotas de lua de mel?

As cotas de lua de mel não são unânimes entre os casais: muitas vezes, é mais necessário mobiliar a futura casa e os noivos nem mesmo planejam sair em lua de mel tão cedo.

Dessa maneira, as cotas são uma boa saída em dois casos:

  • Quando o casal tem preferência por ir comprando depois as coisas com mais calma;
  • Quando o casal já é casado na prática e vão fazer a oficialização. Sendo assim, a residência já está pronta.

Há uma situação extra, que é quando os noivos decidem fazer duas listas: uma de presente e uma de cota de lua de mel. Isso dá certo quando se trata de um casamento grande.


Dicas para organizar as cotas de lua de mel

Se a lista de presentes já deixa os noivos um pouco nervosos na hora da organização, as cotas de lua de mel causam o dobro de nervosismo.

Apesar de ser um ótimo negócio, erros na escolha do serviço, das passagens, do hotel, etc., podem comprometer bastante a viagem (até ela toda).

Dar o máximo de opções com relação às passagens

Se o casal tem a intenção de viajar de avião para a lua de mel, ele pode incluir as passagens como presentes da lista.

Contudo, é preferível separar “passagem de ida” e “passagem de volta”, pois nem sempre o convidado consegue pagar as quatro passagens em questão.

Além disso, os noivos também devem fornecer opções aos convidados: não se deve, por exemplo, especificar que as passagens devem ser da Gol.

O ideal é fornecer duas ou três companhias aéreas para que os convidados comprem as passagens de acordo com seu orçamento.

Escolher bem as atividades na lua de mel

Quando se viaja para um lugar muito bonito, é normal que se planeje fazer diversas coisas: trilha, prática de esporte, spa, etc.

Contudo, nem sempre todas essas atividades são cumpridas e, dessa forma, não vale a pena coloca-las nas cotas de lua de mel.

Se o casal é mais esportista, é uma boa ideia incluir possíveis passeios que o hotel tenha, já que ele vai ser mesmo feito.

Por outro lado, os noivos mais tranquilos, que gostam mais de descansar, devem colocar dentre as cotas um dia no spa, um ou dois jantares especiais, um passeio para os pontos culturais da região, etc.

Não exagerar nas cotas de lua de mel

Os noivos devem lembrar-se de que eles não podem pedir diárias, eventos ou passagens aéreas que sejam caras demais.

Afinal, é a lua de mel e os convidados apenas colaboram com o que conseguem. Dependendo do destino, o casal deve saber que pode ter de pagar uma parte.

Dicas para organizar as cotas de lua de mel


Como organizar as cotas de lua de mel

As cotas de lua de mel podem ser feitas manualmente ou pelos sites especializados.

Uma opção é fazer o cadastro pelo iCasei. Veja como funciona:

  • Abra a página de cotas de lua de mel do iCasei clicando aqui;
  • Clique em “Criar cota de lua de mel”;
  • Escolha entre usar um login independente ou selecionar “Entrar com o Facebook”;
  • Insira os presentes, como a diária do hotel, a atividade de lazer, etc.;

O site permite que os convidados façam o pagamento da cota de lua de mel de diferentes formas: por boleto, por depósito ou no cartão de crédito, com parcelamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *