Como se inscrever para casamento comunitário no RJ

Saiba como funcionam as regras para participar de casamento comunitario RJ

O casamento comunitário é um recurso que as pessoas de todos os Estados podem utilizar, sendo uma atividade social que ajuda quem quer regularizar sua união e não tem como arcar com as despesas.

No Rio de Janeiro, o Tribunal de Justiça do Estado concede essa cerimônia civil de maneira gratuita por algumas vezes durante o ano e tudo com amparo legal: o ato normativo regulamenta o casamento comunitário por lá é o TJ 02/2010.

Nesse tipo de cerimônia, o governo determina um local de bom tamanho para que todos os noivos e convidados sejam acomodados. Há um juiz de paz para oficializar as uniões e os casais ficam em fila para que as certidões de casamento sejam assinadas.

Há um limite de convidados para cada casal a fim de que não fique lotado demais; entretanto, eles conseguem acompanhar a cerimônia com bastante conforto e podem levar filmadoras ou máquinas fotográficas.

Ainda que seja um casamento coletivo, as noivas podem estar de vestido branco ou com qualquer outro que queiram vestir. Os convidados não precisam estar a rigor: qualquer vestimenta é autorizada.


Como fazer inscrição para casamento comunitário RJ

As inscrições variam de acordo com a cidade: provavelmente, as suas Secretarias de Assistência Social ou órgãos correspondentes determinem datas diferentes umas das outras.

Entretanto, o Tribunal de Justiça carioca pode informar os casais como proceder para se inscrever.

O e-mail para o qual as informações podem ser pedidas é gabpres.diapp@tjrj.jus.nr.… Clique aqui para ler o artigo completo

Como fazer lista de casamento no Extra

Confira todas as dicas para preparar a melhor lista de casamento Extra para o seu casamento

A lista de casamento está dentre as facilidades modernas para quem vai presentear.

Na verdade, o presente pode se tornar um pesadelo para os noivos (que não querem receber coisas repetidas) e para os convidados (que também não querem dar coisas repetidas e têm dificuldade em achar uma loja para fazer a compra).

Tudo isso é solucionado com as listas de presente de casamento, inclusive com a do Extra.

Todos sabem que esse é um hipermercado completo, mas o seu site conta com muito mais que alimentos e itens para a casa: há vários tipos de eletroeletrônicos e outras coisas excelentes para ajudar os noivos na sua nova casa.

Algumas unidades físicas do Extra também têm esse tipo de produto, além de ser fácil para o casal fazer a lista de presentes e para os convidados consulta-la.

Há facilidade de pagamento, a possibilidade de a lista de presentes ser feita com meses de antecedência e o aviso por mensagem de texto sempre que algum item é escolhido pelos convidados.


Passo a passo para criar lista de casamento no Extra

Os noivos podem fazer a sua lista clicando em https://casamento.extra.com.br/#/.

Quem já fez compra no site do Extra pode usar o mesmo cadastro; para quem não fez, é só clicar em “essa é minha primeira compra”.

Depois de o login feito, os noivos colocarão o dia do casamento e escolherão quais são os presentes que gostariam de ganhar.… Clique aqui para ler o artigo completo

Quais são os deveres dos padrinhos de casamento?

Você sabe quais são os deveres padrinhos de casamento? Confira no texto as principais atribuições desses representantes na vida do casal

O posto de padrinho e madrinha de casamento são uma das primeiras coisas nas quais os noivos pensam.

Além disso, quem é muito próximo ao casal também fica na expectativa de ser escolhido.

Entretanto, poucos sabem que ser padrinho e madrinha de casamento não significa apenas ter mais status na festa: há responsabilidades importantes antes, durante e depois do casamento.

Para começar, quem é padrinho e madrinha deve estar disposto a dar suporte emocional aos noivos.

É claro que cada um tem o seu dia a dia, mas é importantíssimo que os padrinhos estejam envolvidos na preparação do casamento, que saibam de detalhes, que se ofereçam para ajudar os noivos a procurar prestadores de serviços e muito mais.

Sendo assim, esse é o primeiro dever dos padrinhos e madrinhas: ficar atento aos que os noivos precisarem e dar apoio a eles.

Vale lembrar que os escolhidos são pessoas que gozam de muita estima de quem vai casar e é necessário valorizar isso.


Padrinhos de casamento precisam pagar por algo?

Não é obrigatório que os padrinhos paguem por nada: eles apenas dão presentes como os demais convidados.

Porém, há uma tradição de que os presentes dados pelos padrinhos sejam muito bons, ou seja, é indicado que se capriche mais.

Quando os padrinhos têm melhores condições financeiras melhores, é possível presentear com uma despedida de solteiro ou solteira, com um dia da noiva ou até com uma viagem de lua de mel, mesmo que seja de um final de semana.… Clique aqui para ler o artigo completo

Como se inscrever para casamento comunitário em SP

Confira as regras para se inscrever em casamento comunitário em SP

O casamento comunitário é um conceito que ficou muito mais popular, sendo uma alternativa para casais que não podem arcar sozinhos com todos os custos.

Em São Paulo, há diversas igrejas católicas, cartórios, espaços evangélicos, salões, etc., nos quais essas uniões comunitárias podem ser feitas, ressaltando-se que o reconhecimento legal delas é igual à dos casamentos convencionais.

Há certos mitos com relação a essas cerimônias, como elas não poderem ser bonitas ou não haver convidados.

Esse tipo de afirmação não é verdadeiro: há casamentos comunitários muito bonitos, com decoração impecável e também com a presença de convidados.


Requisitos para fazer casamento comunitário em SP

As inscrições para os casamentos comunitários são feitas nos cartórios: deve-se procurar o cartório de registro civil mais próximo e perguntar sobre as datas disponíveis, fazendo o mesmo com a igreja.

No caso de o cartório ou a igreja da região não terem data ou não realizarem esse tipo de cerimônia, basta pedir informação sobre onde ela é feita.

Para o casamento comunitário no civil, os noivos precisarão apresentar averbação de divórcio, documento de identificação, certidão de nascimento, comprovante de renda, comunicação de óbito do ex-cônjuge, duas testemunhas e comprovante de endereço.

É claro que a apresentação dos documentos é personalizada para cada casal: para alguém que nunca se casou, por exemplo, a única certidão necessária é a de nascimento.

Quem já foi casado e também é viúvo, por exemplo, terá de levar os dois documentos respectivos.… Clique aqui para ler o artigo completo

Como funciona o casamento comunitário

Saiba como funciona o casamento comunitário e veja como fazer a inscrição para participar da cerimônia

Ainda que o casamento seja considerado uma das ocasiões mais comemoradas, também é razão para muita despesa: buffet, pagamento da taxa da Igreja, pagamento do cartório, convites e tudo mais.

É por isso que as cidades concedem aos munícipes a chance do casamento comunitário.

Nesse tipo de casamento, um número máximo de casais divide os gastos e isso não é somente para quem tem situação financeira mais complicada.

É comum que alguns casais não tenham a pretensão de uma super festa, mas queiram comprar uma aliança mais bonita ou viajar com mais mordomias na lua de mel. Se eles economizam usando o casamento comunitário, sobra dinheiro para esses outros planos.

Há pessoas que possuem certo preconceito com os casamentos desse tipo, achando que eles não são bonitos ou que não serão tão inesquecíveis: isso é um erro.

Muitos casamentos comunitários são belíssimos o figurino dos noivos e das noivas não é padrão: cada um pode usar o terno e o vestido que sonhou.

Também é autorizado levar convidados aos casamentos desse tipo: porém, é verdade que eles deverão estar em menor quantidade. Quanto mais casais estiverem se casando, menor será a cota de convidados para cada um.


Regras do casamento comunitário civil

Cada cidade tem as suas datas para fazer os casamentos comunitários e o cartório as informa aos noivos.

Sendo assim, é só comparecer a um e perguntar sobre a realização do casamento comunitário: o funcionário dirá a próxima data e os documentos obrigatórios para a certidão.… Clique aqui para ler o artigo completo

21 dicas para ter o casamento blindado

Saiba quais são as 21 dicas para ter casamento blindado e confira se você está colocando elas em prática

O termo “casamento blindado” ficou famoso por causa de um dos ministérios da Igreja Universal do Reino de Deus e que é dedicado a dar dicas sobre como manter o matrimônio protegido.

Os responsáveis por esse ministério são Cristiane e Renato Cardoso, havendo livros e outros materiais sobre o tema.

Além do trabalho da Igreja Universal para ensinar aos cônjuges como proteger os casamentos, também existem outras dicas que são advindas da sabedoria popular, das orientações psiquiátricas e muito mais. Veja agora 21 delas:

  • Ter empatia: o ser humano costuma acreditar que o seu problema é mais grave que o do cônjuge. Por isso, é importante que o casal tenha empatia, ou seja, que tente ver a situação considerando a perspectiva do outro.
  • Ser bem-humorado: é verdade que há situações cotidianas nas quais é difícil continuar animado, mas é melhor rir com o cônjuge das possíveis dificuldades do que fazer delas razão de mais desgaste.
  • Evitar acusações: ficar apontando o que o outro fez de errado no relacionamento ou em determinada situação apenas gera mais briga, ainda mais quando o assunto já foi tratado antes.
  • Pedir desculpas: muitas das brigas de casal poderiam ser encerradas apenas com um dos lados pedindo desculpas. Porém, é fundamental que a pessoa que pede desculpas realmente entenda que está errada.
  • Demonstrações de carinho são primordiais para que o amor seja mantido e blindado;
  • Acalmar-se em vez de continuar brigando: as pessoas que estão muito nervosas ou magoadas tendem a não ver uma solução para a discórdia.
Clique aqui para ler o artigo completo